Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Homem que matou colega a machadadas é assassinado a tiros na porta de bar

A vítima foi surpreendida por um desconhecido enquanto estava no estabelecimento

©JPNews
João Manoel da Silva, de 43 anos, foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (6) em um bar no Bairro Vila Haro, em Três Lagoas, 328 km de Campo Grande. João matou com golpes de machado Domingos Pereira da Silva, de 56 anos, em 2016, quando afirmou que uma mágoa antiga teria motivado o crime.

Conforme o JPNews, João estava sentado em uma cadeira de bar quando um suspeito armado chegou e disparou três vezes contra ele. A Polícia Militar esteve no local e procurou pelo suspeito, mas ele ainda não foi localizado.

Moradores do local relataram que o crime possa ser um acerto de contas. Outra pessoa que também estava no estabelecimento no momento dos disparos teve ferimentos no tornozelo ao ser atingido.

Homicídio de colega

Na época em que Domingos foi assassinado, João chegou a negar o crime, mesmo sendo flagrado com roupas sujas de sangue.

Aldair Coto, cabo da PM, disse que no momento em que foi encaminhado para a delegacia da Polícia Civil, João Manoel confessou o crime. “Ele disse que matou o colega por vingança, e que tinha uma mágoa muito grande desde 1991. Declarou que o colega teria tentado matar os pais dele e, por isso, tinha o desejo de executar a vítima desde então”, relatou

O autor disse que Domingos teria ido até a residência dele na noite do dia 23 de abril e então ele aproveitou a madrugada para se vingar.

Os policiais encontraram o machado usado para o crime ao lado do corpo da vítima, o cabo de madeira estava no telhado da casa. Havia suspeita de uso de drogas e bebidas alcoólicas pelos dois homens antes do crime.

Fonte: Midiamax
Por: Mariane Chianezi
Tecnologia do Blogger.