Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Estudantes estrangeiros visitam produção de orgânicos na Capital

Ação do Sebrae e UCDB faz parte de programa internacional de mestrado que apresentará iniciativas de desenvolvimento territorial sustentável em MS

Estudantes foram a campo para conhecer produção orgânica que aplica iniciativas sustentáveis ©Gilmar Hernandes - UCDB
Nesta quarta-feira (25), alunos de 22 países conheceram práticas sustentáveis de uma propriedade de produtos orgânicos em Campo Grande. A ação, realizada pelo Sebrae/MS e a Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), faz parte da Winter School do Mestrado Internacional em Desenvolvimento Territorial Sustentável Erasmus Mundus.

Os estudantes visitaram a Terra Benta, área de produção de orgânicos localizada na saída para Três Lagoas, a 14 km de Campo Grande. De acordo com Beto do Valle, sócio-proprietário, a atividade proporcionou a vivência in loco das experiências sustentáveis praticadas na empresa, envolvendo o manejo dos produtos, mão de obra, insumos e técnicas utilizadas, entre outros.

“A maior dificuldade hoje na produção são as pragas inerentes ao local no qual se produz. Quem causa o impacto naquele microambiente somos nós. Na filosofia do orgânico, você não erradica a praga, você convive com ela. Os alunos poderão vivenciar nossos processos, que são totalmente verticalizados, nos âmbitos sociais e econômicos”, destaca do Valle.

A aluna Bibiane Tarasconi explica que esta foi a primeira experiência de campo do programa. “Estamos aqui para estudar essas questões de sustentabilidade na região, então faremos várias visitas e entrevistaremos várias pessoas em diferentes ramos. Estão todos muito entusiasmados”, conta.

Já Érika Rodriguéz, estudante peruana, espera conhecer ideias que ajudem seu país. “Na minha região no Peru, essas práticas estão começando, eles ainda não acreditam muito que é possível, então se eu conseguir levar algo que teve sucesso, talvez mostre que podemos fazer o mesmo”.

Escola de inverno

O Mestrado em Desenvolvimento Territorial Sustentável Erasmus Mundus, que existe desde 2011, está na sétima turma e conta com a parceria do Sebrae há um ano. O Brasil foi o primeiro país escolhido para sediar a escola de inverno e apresentar atividades de sustentabilidade em Mato Grosso do Sul. “O roteiro foi definido com as instituições e empresas a serem visitadas, focando na agricultura e no turismo, que são segmentos de destaque na economia sul-mato-grossense”, afirma Maristela França, diretora técnica do Sebrae/MS. 

Segundo a professora Dra. Cleonice Alexandre Le Bourlegat, docente da UCDB e coordenadora do mestrado no Brasil, foram escolhidos cinco casos de iniciativas sustentáveis no Estado que partiram das próprias organizações locais. “Temos estudantes de quatro continentes, com histórias e culturas diferentes, para conhecer essas iniciativas no contexto brasileiro, tentar extrair os princípios básicos que podem compartilhar e, quem sabe, também trazer contribuições de onde eles vem”.

Até o dia 31 de julho, os estudantes participarão de visitas guiadas a outras localidades com casos de iniciativas de desenvolvimento territorial sustentável em Miranda, Maracaju, Bonito e Nioaque.

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.