Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

ELEIÇÕES 2018| MDB reafirma candidatura de André

Partido e aliados estranham ordem de prisão na véspera da data que seria a convenção

©Divulgação 
O MDB de Mato Grosso do Sul comunicou, nesta sexta-feira (20), que está mantida a pré-candidatura do presidente estadual da sigla ao governo do Estado, André Puccinelli, assim como as alianças, coligações e todo o planejamento relativo as eleições deste ano. Para dirigentes e lideres, não há qualquer cogitação de “plano B” para o pleito eleitoral deste ano.

As afirmações foram feitas durante coletiva de imprensa, realizada na tarde de hoje, na sede do MDB, em Campo Grande, convocada em função da decretação da prisão preventiva do ex-governador André Puccinelli.

O vice-presidente estadual do MDB no Estado, Senador Moka, declarou que o decisão foi recebida com estranheza pelo partido e aliados, justamente na véspera da convenção estadual do MDB em Mato Grosso do Sul, marcada inicialmente para o dia 21 de julho e adiada para 4 de agosto, na Associação Nipo-brasileira, das 8h as 12h.

“Estranhamente, no ano passado, aconteceu o mesmo na véspera do lançamento da pré-candidatura do Dr. André e anúncio de que ele seria o novo presidente estadual do partido”, completou Moka.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi, as providencias cabíveis já estão sendo tomadas. Um pedido de habeas corpus será apresentado ao TRF3 (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região, sediado em São Paulo. “Convenção e candidatura serão mantidas. Aqui só tem plano ‘A’ de André”, emendou o parlamentar.
©Divulgação
Participaram da coletiva os dirigentes do MDB presentes em Campo Grande, como senador Moka, o presidente da Assembleia Legislativa e deputado estadual Junior Mochi, os deputados estaduais Paulo Siufi, George Takimoto, Eduardo Rocha, Marcio Fernandes e a deputada Antonieta Amorim, além do prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa, e o vice-prefeito de Sidrolândia, Wellison Muchiutti Hernandes (Aamarelo) e aliados representantes do PHS, PMN, PEN, PSDC, PRTB, PR, PTC, PRP e Avante, todos reafirmando a manutenção da pré-candidatura.

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.